Motivos
Razões para nascer uma linda canção
Seus olhos no escuro
Brilham, vivos pra mim
E um simples toque de meus dedos
são como um encantamento de sono
Repousas agora, ressonando baixo,
aquecendo todo o meu lado esquerdo
Corpo e alma
Perdidos no mormaço da sua pele macia
É o sono que envolve
embala, entorpece
Um sono profundo
Ressonado, revirado
Um sono que não finda
de sonhos sem freios
Nas rédeas de tal sonhar
Perde-se no tempo, espaço, ar
De um lado a outro
De cima a baixo
Na cama, no chão, em redes ou colchão
De um lado a outro
Girando, a rodar
E outra vez acordar
Para no sono de novo chegar
Horas depois, o sono retorna
Conforta, roda, gira e sonha
Boa noite
Para sempre
Sem ouvir tua voz
Sem sentir teu cheiro
Sinto falta dia e noite
penso em ti o tempo inteiro
Teu toque
Teu sabor
Tua vida
Teu amor
Sobre mim tens poder
Me alivia teu tenro afeto
Sem você é ruim viver
Te quero de novo aqui por perto
Tempo
dia que se esvai
noite que cai
manhã que vem
tarde que vai
um minuto
uma hora
e o tempo acabou
menos tempo
dividido
somado
subtraído
multiplicado
dormido
acordado
passou, passou, passou
Se soubesse quanto bem me traria
Quanto antes de buscaria
Se soubesse que havia quem assim me completasse
Se tivesse ideia que a vida contigo bastaria
Logo cedo te encontraria
Mas o tempo nos preparou
Nos uniu, nos enlaçou
Se antes fosse, igual não seria
Na hora certa, tudo vem, tudo acontece
A vida a mim te apresentou
E agora vejo que o destino me presenteou